Ouça a Rádio Alvorada


Warning: Undefined array key "show_miniplayer_note_bt" in /home/u293835420/domains/alvoradaoficial.com.br/public_html/wp-content/plugins/mp3-music-player-by-sonaar/includes/widgets/sr-music-player.php on line 11617
Play
Pause

24 de July de 2024

Ouça a Rádio Alvorada


Warning: Undefined array key "show_miniplayer_note_bt" in /home/u293835420/domains/alvoradaoficial.com.br/public_html/wp-content/plugins/mp3-music-player-by-sonaar/includes/widgets/sr-music-player.php on line 11617
Play
Pause

No ES, novo balanço indica queda de homicídios após volta parcial da PM

Compartilhe:

Estado soma 144 mortes no 9º dia de protestos, diz sindicato. 
Foram 6 homicídios nas últimas 24 horas, após PMs voltarem às ruas.
Novo balanço do Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol) aponta que houve uma queda no número de homicídios no Espírito Santo após a volta parcial dos policiais militares às ruas. Neste domingo (12) o sindicato contabilizou 4 mortes, totalizando 144 nos nove dias de crise de segurança. No sábado (11), foram registrados 12 homicídios no estado.
Neste domingo, 1.236 policiais militares atenderam ao chamado operacional e se apresentaram para trabalhar no Espírito Santo, segundo o governo do estado.
Balanço do sindicato divulgado na sexta-feira (10) às 17h apontava 121 homicídios até então no estado. No mesmo horário no sábado, o número subiu para 138 – com o registro de 17 mortes em 24 horas.
Nas 24 horas seguintes, até as 17h deste domingo, o sindicato registrou 6 homicídios. O período contempla a volta parcial dos policiais às ruas, que começou por volta das 16h de sábado.
Desde o início da crise, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp-ES) não divulga números de homicídios.
Mesmo com o retorno de alguns PMs às ruas, mulheres seguem ocupando a frente dos batalhões no estado. Policiais dizem que não saem para o trabalho porque são impedidos pelas mulheres e familiares. Mas, segundo nossa apuração, coordenadores das forças militares e autoridades governamentais não dão credibilidade a isso pois acreditam que os PMs usam os familiares para tentar escapar de punição.
Comparação
Segundo dados do governo do Espírito Santo, houve 31 mortes nos quatro finais de semana de fevereiro de 2016 – uma média de quase oito mortes por fim de semana. Já nestes dois primeiros finais de semana de fevereiro de 2017, de acordo com o sindicato, foram 41 mortes – 25 no primeiro e 16 no segundo, até as 17h deste domingo.
 
Mesmo com a volta dos PMs às ruas, equipes das Forças Armadas e da Força Nacional seguem reforçando a segurança no estado. São 3.130 homens, mais de 180 veículos, 3 helicópteros, 7 blindados, segundo informou o ministro da Defesa Raul Jungmann.
Além disso, helicópteros são usados para retirar PMs de dentro do Batalhão de Missões Especiais (BME), em Vitória. O desembarque acontece na Capitania dos Portos.
 
Total de mortes em todo estado:  144, Grande Vitória + interior.
300 milhões de prejuízo, 3130 homens das Forças Armadas e da Força Nacional. 3 helicópteros, mais de 180 veículos, 7 blindados para apoiar a operação.
Luto por vítimas
Nesta tarde, um ato em luto pelas mortes e vítimas da crise da segurança pública no estado foi realizado em frente à sede do Governo, em Vitória. Cruzes foram colocadas na escadaria do Palácio Anchieta, simbolizando as dezenas de mortes.
Roubos e prejuízos
A Federação do Comércio atualizou os números do prejuízo com a crise. E, até  sexta-feira (10), o prejuízo com o comércio fechado por uma semana chegava a R$ 300 milhões.
Mais de 300 lojas foram saqueadas no estado, sendo 200 só na Grande Vitória. O presidente da Federação, José Lino Sepulcri acredita que 20% das lojas abriram nesta sexta-feira na Grande Vitória.
Desde a saída dos PMs das ruas, a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Vitória contabiliza mais de 170 veículos roubados. Só na segunda-feira (6), foram abertas mais de 200 ocorrências naquela delegacia.
 

 
 

Compartilhe:

Leia mais

Forum Itabela
Investimentos da Apple na Bahia
PRF
Processo contra deputados
Demarcação terra indigena
Acao MPF
Bicho preguiça resgatado
Cumprimento mandados
Estudo de potencial
Sac Movel
Recursos assentamentos capa
Hospital Costa das Baleias capa

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023 ©. Todos os direitos reservados

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023
© Todos os direitos reservados