Ouça a Rádio Alvorada

Play
Pause

24 de May de 2024

Ouça a Rádio Alvorada

Play
Pause

Follmann recebe alta em Chapecó: “Praticamente curado de tudo”

Compartilhe:

Goleiro é o último dos sobreviventes do acidente do fim do ano passado a deixar hospital. Ele seguirá para São Paulo para terminar o processo de recuperação
Uma página importante será virada na história do trágico acidente de 29 de novembro que vitimou a delegação da Chapecoense na Colômbia. Último dos seis sobreviventes ainda internado, Jakson Follmann deixou o hospital em Chapecó para iniciar, em São Paulo, o último passo da recuperação.
– Enfim, chegou o grande dia. Mais uma etapa concluída, graças a Deus. Estou muito feliz. Saio até com o coração um pouco apertado, porque fiz grandes amigos aqui, que vou levar para a vida toda. Sei do cuidado que todo mundo teve comigo, então me deixou muito feliz e motivado para o momento em que eu saísse daqui. Então, saio feliz, saio forte. Saio praticamente curado de tudo. Agora, vamos para mais uma etapa. Vamos para São Paulo – disse Follmann.
Follmann seguirá para a capital paulista na próxima segunda-feira, onde fará a reabilitação no conceituado Centro Marian Weiss, especializado em amputados. Lá, o goleiro será reavaliado para confecção da prótese e depois reaprenderá a andar. Antes, porém, ele irá ao Rio de Janeiro na quarta-feira para ser homenageado antes do “Jogo da Amizade” entre Brasil e Colômbia, no estádio Nilton Santos.
No último sábado, o goleiro teve sua primeira aparição pública, sendo ovacionado no gramado da Arena Condá antes do amistoso com o Palmeiras. Coube a ele a honra de erguer o troféu de campeão da Copa Sul-Americana. No total, Follmann ficou 37 dias internado no hospital em Chapecó – nesta terça, o acidente completa 56 dias. O jovem de 24 teve parte da perna direita amputada abaixo do joelho e tem limitações nos movimentos do tornozelo esquerdo.
Dos quatro brasileiros sobreviventes do acidente, o primeiro a deixar o hospital foi Alan Ruschel, em 16 de dezembro. O jornalista Rafael Henzel teve alta três dias depois, mesmo período que Neto teve que esperar para poder ir para casa no dia 22 de dezembro.
 
Fonte – globo.com
Postagem – Moreal Nunes

Compartilhe:

Leia mais

Investimentos da Apple na Bahia
PRF
Processo contra deputados
Demarcação terra indigena
Acao MPF
Bicho preguiça resgatado
Cumprimento mandados
Estudo de potencial
Sac Movel
Recursos assentamentos capa
Hospital Costa das Baleias capa
Policia Civil

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023 ©. Todos os direitos reservados

Rede Sul Bahia de Comunicação - 2023
© Todos os direitos reservados